Logotipo

Romaria do Divino percorre as comunidades caiçaras

14 de maio de 2019

Programação segue até o Domingo de Pentecostes, fortalecendo a fé e mantendo os costumes

Compartilhe

 

Todos os anos, após o domingo de Páscoa, acontece a romaria do Divino Espírito Santo. A tradição é da Associação Cultural Mandicuera, que percorre as comunidades caiçaras do litoral paranaense levando a bandeira do Divino, com rezas e cantorias e, principalmente, muita fé. 

Neste ano, a programação começou no dia 22 de abril, na Ilha dos Valadares, depois seguiu para Guaraqueçaba e demais comunidades. A romaria segue até o Domingo de Pentecostes, que neste ano será celebrado em 9 de junho. A  data relembra a descida do Espírito Santo sobre os seguidores de Jesus Cristo após sua morte e ressurreição. A data é celebrada 50 dias após o domingo de Páscoa.

A Associação Mandicuera visita as casas, mantendo viva a tradição. Além da bandeira, também levam instrumentos como a viola, rabeca e adufo, nas comunidades de Superagui, Ilha das Peças, de Vila Fátima, Sebuí, Abacateiro, Barra do Ararapira, Ilha Rasa e Ilha dos Valadares.

O grande momento acontece com a Festa do Divino Espírito Santo, que a cada ano é comemorada em uma localidade diferente, fechando a programação. Neste ano, a festividade será realizada na comunidade de Bertioga que fica próxima à Ilha de Superagui, dias 8 e 9 de junho.

De acordo com Poro de Jesus, um dos organizadores, haverá uma embarcação que sairá de Paranaguá especialmente para a festa.

“Vai no sábado e volta no domingo pelo custo de R$ 50. É uma tradição esperada pelas comunidades em que realizamos há 18 anos seguidos. Durante a romaria, vivemos momentos de muitas emoções. Eu estive ontem (sábado, 11) em Tibicanga e vou no próximo sábado me encontrar com eles em Superagui. O Aorélio Domingues está lá e nos conta que a recepção é grande, pois são famílias inteiras unidas, visitando a casa do outro. E os versos são feitos na hora”, conta.  

Ele ressalta ainda que existe muita comunhão, solidariedade, respeito, espiritualidade, comida e fogos. Várias pousadas já estão recebendo as reservas para os dias 8 e 9 de junho, data da festividade do Divino Espírito Santo.

A programação religiosa conta com missa, levantamento do Mastro, Romaria, Encontro das Bandeiras, Santo Encerro e Beijamento. Haverá ainda bingo, apresentação de fandango com grupos variados.  Além disso, comidas típicas e frutos do mar.

Fotos: Carolina Iarosz

Colunistas