Connect with us

Valmir Gomes

PALAVRA DO PRESIDENTE

Muita se fala do retorno do futebol no Brasil, mesmo com 40 mil óbitos causados pela Covid-19.

Publicado

em

Muita se fala do retorno do futebol no Brasil, mesmo com 40 mil óbitos causados pela Covid-19. Na nossa aldeia procurei saber do presidente da Federação Paranaense de Futebol senhor Hélio Curi, quando teríamos o retorno do Campeonato Paranaense. Hélio foi consciente na resposta. “Estamos alinhados com o Secretário Estadual da Saúde, nada faremos sem o consentimento da medicina”. Uma atitude inteligente que visa a preservar os atletas e suas comissões técnicas. Como se sabe, a maioria dos clubes está com dificuldades financeiras, fato agravado pela pandemia, imaginem aumentar estas dificuldades com algum óbito. Gente, vamos dar tempo ao tempo.

ELEIÇÃO NO CORITIBA

Um clube tradicional como o Coritiba, com a grande torcida que tem, precisa de uma revolução no seu comando. Com a aproximação da eleição para presidente, muitas especulações em relação aos candidatos. Outro dia li na Tribuna do Paraná, que o empresário Renato Follador Junior, será um dos candidatos a presidente do Coritiba. Renato é de família coxa branca, foi jogador do clube, onde seu pai é um eterno ídolo. Conhece os atalhos que levam ao alto da Glória. Mais do que isso, agrega seu conhecimento de futebol com sua capacidade administrativa. Bom nome para a próxima eleição.


RACISMO DENTRO DO FUTEBOL

Muito se fala de racismo, muito se cobra de alguns torcedores por palavras ofensivas durante um jogo. Entretanto pouco se discute o racismo dentro do futebol. Dou exemplos. Não me lembro de um presidente negro na CBF, nem num grande clube do Brasil. São raros os técnicos negros, como raros são os preparadores físicos. Entretanto, os jogadores negros sempre se destacaram. Lendo certa vez O Negro no Futebol de Mário Filho, irmão de Nelson Rodrigues, fiquei sabendo que os dirigentes queriam “branquear” a seleção brasileira. O técnico Roger Machado, tempos atrás deu uma entrevista muito interessante e inteligente sobre o tema. Falamos do racismo nas arquibancadas, esquecemos o racismo dentro do futebol.

RODIN CAUSOU DÚVIDA


O famoso escultor francês Auguste Rodin nascido em Paris, em 1840, e falecido em 1917, foi reconhecido mundialmente como o mago do bronze, suas esculturas resistem ao tempo até hoje. O Pensador, O beijo, e tantas outras obras são apreciadas por milhares de pessoas todos os anos. Pois bem, certa feita duvidaram da obra de Rodin. Não seria possível fazer algo tão perfeito. Fraude. Como fraude de uma obra em bronze! Rodin fez outras obras tão perfeitas, que calou seus críticos. Histórias do bronze.


MEU CAMPINHO NA ILHA DOS VALADARES

Como parte do projeto Meu Campinho, foi inaugurada uma quadra poliesportiva na simpática e acolhedora Ilha dos Valadares. O complexo esportivo tem duas quadras com grama sintética, academia ao ar livre, playground e pista de caminhada. A nova fábrica de esportes fica no bairro Vila Bela ao lado da Unidade de Saúde. O trabalho feito pelo secretário Municipal de Obras, Silvio César Loyola e sua equipe, merece elogios. Bem como ao dinâmico secretário de Esportes, Darlan Janes, por sua luta em prol do projeto. O nome do referido local é José Carlos Martins, uma homenagem ao querido Carlão, por sua dedicação ao esporte em geral. Estiveram presentes na inauguração o vereador Fabio Santos, um líder na Ilha, e o secretário Regional da Ilha dos Valadares, Aldo José das Neves. Mais um golaço da administração Marcelo Roque e sua equipe.