conecte-se conosco

Educação com Ciência

Somos educados para ter Inteligência Emocional?

Desde muito pequenos somos instruídos ao desenvolvimento cognitivo, ou seja, nos ensinam conhecimentos linguísticos e matemáticos, conteúdos escolares que nos permitirão atuar no dia-a-dia

Publicado

em

Desde muito pequenos somos instruídos ao desenvolvimento cognitivo, ou seja, nos ensinam conhecimentos linguísticos e matemáticos, conteúdos escolares que nos permitirão atuar no dia-a-dia. Isso porque a inteligência sempre foi vista com admiração entre os homens, sendo esta por muito tempo, medida através de números, os famosos testes de Q.I que delimitavam a inteligência a capacidades específicas.  

Neste contexto, não se tinha espaço para lidar com as emoções, elas eram vistas como fraquezas humanas, algo que não deveria ser exposto em campo escolar ou profissional. Hoje, a inteligência emocional é vista como uma eficiente saída aos problemas sociais, uma competência contrária aos comportamentos egoístas, mesquinhos, violentos e de contínuo stress.

Em meio a tantas notícias ruins e atitudes destrutivas é preciso promover o desenvolvimento da inteligência emocional das nossas crianças. A conquista emocional nos permite ser mais felizes, pais preparados emocionalmente conseguem educar melhor seus filhos e filhos emocionalmente capacitados conseguem lidar melhor com os desafios da vida, superar obstáculos e alcançar o sucesso pessoal. 

É importante registrar que as emoções não são de escolha nossa, ou seja, emoções são ações naturais e inconscientes do corpo, portanto, não podemos controlar nossas emoções. Neste momento então, você leitor, deve estar se perguntando como eu faço para me educar emocionalmente ou ensinar meus filhos ou alunos a agirem de tal forma? A resposta é o autoconhecimento. Todo esse aprendizado inicia-se com o reconhecimento das emoções diárias, como elas surgem, por que elas surgem e quais as ações que tomo diante delas. Para crianças o diálogo é essencial. Não é dizer, por exemplo, para a criança que ela não deve sentir raiva do amiguinho porque o mesmo pegou seu brinquedo, justo na hora que ela mais queria brincar. Mas sim, ajudá-la a gerenciar a decisão responsável, estabelecer formas de controle ao impulso de brigar, educar para a empatia, reconhecendo no outro o igual desejo do brincar.

Tanto a escola quanto a família devem educar as crianças para a persistência, o autocontrole e a motivação, pois estas são características de pessoas inteligentes emocionalmente. É uma construção permanente que deve ser iniciada na família, passando pela escola e continuando por toda a vida. Na escola a inteligência emocional contribui significativamente para um clima escolar positivo e segundo estudos, aumenta as aprendizagens, o sucesso acadêmico. Mas, estes são temas para um próximo momento.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.