conecte-se conosco

Coluna do Guru

Nota Pública do Secretário Municipal de Saúde de Paranaguá – Pedido de Demissão

Pedido de Demissão

Publicado

em

Torno público à população de Paranaguá que estou me desligando oficialmente do cargo de secretário municipal de Saúde e Prevenção, o qual orgulhosamente exerci desde 1.º de janeiro de 2017. Foram 22 meses de muitas conquistas, com avanços significativos em nosso sistema municipal de saúde, que ficam como legado. Foi um trabalho árduo, já que todos sabem a situação caótica em que se encontrava a pasta, com deficiências no atendimento ao povo, nos recursos humanos e na estrutura como um todo.

Deixar a administração do prefeito Marcelo Roque não significa ruptura. Novamente peço a todos que acreditem na sua gestão. Ele é um homem de bom coração, mesmo que às vezes mal compreendido.

Estou buscando outros objetivos de vida pessoal e na carreira pública. Como cidadão da nossa amada Paranaguá desejo que esta gestão faça o melhor para sua gente. Que continue voltada para quem necessita do poder público, com transparência e responsabilidade com o erário, pois o Brasil passa por uma revolução moral da qual não podemos nos omitir.

A parceria com o prefeito Marcelo Roque começou antes mesmo do exercício deste cargo. Conseguimos estruturar sua campanha no período pré-eleitoral, realizar alianças importantes, montar uma equipe que conseguiu vencer de forma inacreditável nas urnas, mesmo com parcos recursos. Foi uma verdadeira conquista, surpreendendo até mesmo os mais experientes gurus da política do Estado. Trabalhamos bastante para que isso acontecesse, o que nos orgulha também.

Por continuar pautando minha vida pública na coerência e na ética, faço essa escolha de deixar o cargo de secretário municipal, e quando digo que muito me orgulha ter exercido o cargo de secretário municipal de Saúde e Prevenção é porque foram conquistas importantes para nosso povo neste período. Resolvemos o problema no atendimento de urgência e emergência, com mais que o dobro do número de médicos atuando na UPA. Conseguimos contratar uma empresa para suprir também a necessidade em todas as unidades básicas e hoje a falta de médico não é mais um problema que nos assombra. Realizamos 4 testes seletivos para contratação de pessoal. Assim conseguimos ampliar o Estratégia Saúde da Família de 19% para 85% de nossa população, um avanço nunca antes registrado, o que elevou nossa cidade para outro patamar em relação à assistência em saúde.

Graças ao esforço de toda a equipe da Secretaria de Saúde, Paranaguá hoje é pioneira, com a implantação do horário estendido em inúmeras unidades básicas, até as 23 horas. Foi uma iniciativa inédita, que virou referência para outros municípios do Paraná e também do Brasil, oportunizando aos cidadãos que não têm tempo durante o dia de buscar assistência médica após o expediente de trabalho. Isso também coloca Paranaguá em outro patamar em relação à saúde.

Inauguramos a unidade 24 horas na ilha dos Valadares, um sonho antigo do maior bairro da nossa cidade, e deixamos planejada, a abertura de mais três unidades 24 horas em outros bairros estratégicos para melhor atender a nossa população.

Criamos o ambulatório de curativos especiais junto ao centro municipal de diagnósticos João Paulo II, que representa uma conquista inenarrável as familiares de pacientes com feridas resistentes, principalmente aos portadores de diabetes.

Deixamos também em avançado estágio, a construção de quatro novas unidades de saúde, no Leblon, no Porto Seguro, na Ilha dos Valadares e na Ilha do Mel, o que diretamente vai contribuir no objetivo inicial da nossa passagem pela secretaria de saúde, de melhorar significativamente a qualidade dos serviços de saúde pública prestados aos parnanguaras.

Passamos de uma frota de veículos sucateados para uma frota totalmente renovada, com mais veículos, para atender os diversos setores da Secretaria de Saúde e assim também a demandas antigas. Conseguimos realizar a licitação para manutenção dos próprios, fazendo os reparos em todas as unidades de saúde, que não passavam por manutenção há vários anos. Outro grande feito foi a reforma completa do antigo prédio do Centro Municipal de Especialidades, o CME, que passou de um mocó de usuários de drogas para a nova sede da Secretaria Municipal de Saúde. Isso me orgulha muito.

Investimos pesadamente para que o Centro de Apoio Psicossocial (CAPS) passasse a atender a uma demanda reprimida que tínhamos de pacientes com transtornos mentais. Avançamos bastante e hoje conseguimos oferecer um serviço com mais qualidade e para uma parcela muito maior de nossa população, o que faz toda diferença, pois temos muitos cidadãos com problemas com drogas, álcool e outros distúrbios.

O combate à dengue também está sendo uma marca desta administração. Conseguimos contratar mais agentes de endemias e assim melhorar a cobertura para conscientizar e também eliminar criadouros do mosquito Aedes Aegypti. Mas, felizmente, não registramos nenhum caso desta doença na cidade neste período, o que muito nos orgulha. Sabemos que temos que continuar vigilantes, mas a tarefa de casa foi muito bem feita.

Tínhamos um grande problema em relação à distribuição de medicamentos quando assumimos. De forma irresponsável não havia sido feita licitação para compra de remédios no de 2016, o que gerou vários transtornos. Conseguimos organizar essa questão, fizemos a compra por licitação e ampliamos o serviço de farmácia para toda a cidade. Ampliamos o horário de atendimento e descentralizamos a farmácia municipal, que agora funciona onde antes era a Farmácia Popular, numa área muito mais centralizada.

Viabilizar a instalação da unidade avançada do Hospital Erasto Gaertner foi outra grande conquista que tivemos. Essa estrutura ficará ao lado do prédio atual da Secretaria Municipal de Saúde e as licitações para compra do mobiliário e de equipamentos e outra para ampliação e adequação do espaço estão adiantadas. Ter conquistado este patrimônio pra vida dos parnanguaras é algo que não tem preço, e muito me emociona, principalmente por ter o meu pai em tratamento oncológico já em estado terminal, com atendimento em Curitiba. Talvez ele, como tantos outros parananguras, tivesse mais sorte se pudessem contar com o tratamento contínuo aqui mesmo em Paranaguá, perto de casa. Em breve, pessoas de Paranaguá e de outros municípios do litoral, que enfrentam o doloroso tratamento contra o câncer, passarão a contar com consultas e aplicação de quimioterapia bem perto de casa e de suas famílias, o que faz muita diferença. Será um marco histórico para a saúde de Paranaguá, do qual também me orgulha muito ter participado ativamente.

Deixo o cargo de secretário municipal de Saúde de cabeça erguida, com a sensação de dever cumprido. Agradeço aos inúmeros servidores e equipe de gestão, que me deram o suporte necessário para conseguir realizar esses grandes feitos. Fiz muitos amigos que espero levar para a vida inteira.

Torço para que nossa cidade continue neste ciclo de desenvolvimento. Que a saúde pública oferecida à nossa população seja cada vez melhor.

Por onde quer que eu passe em minha carreira profissional quero continuar deixando um legado de conquistas e realizações para valorizar o que há de mais importante em qualquer administração pública: as pessoas.

Um forte abraço, e que Deus na sua infinita misericórdia abençoe a nós todos.

Paulo Henrique de Oliveira

Secretário Municipal de Saúde

Publicidade






Em alta