Connect with us

Ciência e Saúde

Saúde discute atendimento às mulheres vítimas de violência

Grupo terá um novo encontro para elaborar documentos e propor ações que viabilizem o registro de ocorrências

Publicado

em

Novos procedimentos em relação ao atendimento à mulher vítima de violência foram discutidos em reunião realizada na Secretaria de Estado de Saúde, na segunda-feira, 30, em Curitiba. O secretário da pasta, Beto Preto, recebeu representantes da Justiça, do Legislativo, do Instituto Médico Legal e do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher.

De acordo com Beto Preto, nas próximas semanas o grupo terá um novo encontro para elaborar documentos e propor ainda mais ações que viabilizem o registro das ocorrências, tanto na Justiça quanto na saúde, com atendimentos de forma mais prática e acolhedora para as vítimas.

“As mulheres vítimas de violência sexual precisam receber o tratamento adequado e de preferência já no primeiro contato com alguém da saúde. Embora tenhamos êxito nos programas de cuidado às vítimas de violência, seja ela sexual ou doméstica, sempre queremos melhorar os serviços”, afirma o secretário.

Ele acrescentou que o Paraná já se destaca nacionalmente na atenção integral à saúde da pessoa em situação de violência sexual. São 28 hospitais de referência para atendimento às vítimas distribuídos nas 22 Regionais de Saúde – eles funcionam 24 horas todos os dias da semana.

As vítimas são atendidas por equipes multidisciplinares compostas por médico, enfermeiro, técnico em enfermagem, psicólogo, assistente social e farmacêutico. Cada paciente passa por acolhimento, atendimento, notificação e seguimento na rede de atenção à saúde e de proteção social.

A Secretaria Estadual da Saúde quer ampliar as ações e melhorar a acolhida às vítimas, tornando mais eficiente o processo de notificação da violência tanto na área da saúde quanto na Justiça. “Nosso compromisso é fazer um trabalho sistêmico para todo o Paraná, para todas as regiões. Por isso queremos reforçar os treinamentos e capacitações das equipes na coleta de vestígios e sequência dos procedimentos seja agravo ou atendimento de saúde”, explicou Beto Preto.

 

PRESENÇAS

Participaram do encontro a desembargadora Lenice Bodstein; a delegada da Polícia Civil Marcia Rejane; as deputadas estaduais Cantora Mara Lima, Cristina Silvestri, Luciana Rafagnin e Mabel Canto; a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, Maria Isabel Correa; o diretor-geral do IML, Aldo Pesarini, o diretor administrativo do instituto, Alexandre Mikos; e o diretor administrativo da Polícia Científica, Moisés Nunes.

 

Fonte: AEN

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.