conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Mudanças no clima exigem cuidados com a saúde

Médica explica como evitar alergias respiratórias e outros acometimentos comuns em períodos marcados por temperaturas mais baixas

Publicado

em

As temperaturas começaram a baixar no litoral do Paraná e o clima mais frio exige alguns cuidados de saúde, especialmente para aqueles que já possuem algum tipo de alergia respiratória. No dia 21 de junho, é aguardada a chegada do inverno, trazendo dias com temperaturas ainda mais amenas, baixa umidade do ar, maior concentração de poluentes e mudanças bruscas no clima.

A médica infectologista, Lúcia Eneida Rodrigues, explicou que nesta época de transição de temperatura, com grandes oscilações, é comum aumentar a ocorrência de alergias, assim como de doenças transmissíveis e até transtornos de humor.

“As pessoas com alergias respiratórias sofrem períodos de exacerbação nessa época por vários motivos: roupa de frio que ficou guardada e pouco arejada, acumulando ácaros e mofo; menor ventilação dos ambientes, aumentando exposição aos ácaros, mofo e produtos químicos, fumaça de cigarro e cheiros fortes; os próprios quadros virais desencadeando e agravando quadros alérgicos (e vice-versa); as mudanças de ambientes, com exposição súbita a correntes de ar frio, provocando a rinite vasomotora. Os sintomas aparecem com uma coriza forte e volumosa, espirros e coceira no nariz e garganta”, esclareceu Dra. Lúcia sobre o desenvolvimento do processo alérgico.

As alergias de pele também estão mais suscetíveis nesta época.

“Os banhos muito quentes e excesso de sabonete aumentam o ressecamento da pele. O indicado são banhos curtos e não muito quentes, usando sabonete neutro uma vez ao dia. Devem ser evitados ao máximo esses produtos com antisséptico para banho e sabonetes íntimos, que provocam desequilíbrio na flora normal do corpo, aumentando a incidência de alergias e lesões de pele”, orientou a médica.

Portadores de doenças crônicas cardiovasculares e pulmonares também podem ter um período mais difícil com a mudança de temperatura. “Os quadros de vias aéreas superiores facilitam e diminuem a defesa de todo trato respiratório, então fica mais comum o aparecimento das pneumonias. Esses quadros são responsáveis por aumentar o número de complicações em quem tem doenças crônicas. Principalmente os idosos e portadores de cardiopatias, que têm que gastar mais energia para manter as funções vitais e acabam com a piora dos problemas no coração e no pulmão”, frisou Dra. Lúcia. Neste caso, a recomendação é para procurar assistência médica.

Já com relação aos transtornos de humor, a médica esclarece que podem ocorrer devido à ausência de luminosidade solar e da alteração de hábitos. “Com as pessoas mais reclusas e com menor exposição à luz do sol, acontece a diminuição de substâncias reguladoras do humor, como a serotonina e a melatonina. É comum algumas pessoas ficarem indispostas e com alguma lentificação psicomotora”, esclareceu Dra. Lúcia.

DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS

As doenças transmissíveis precisam de atenção especial, principalmente porque as pessoas costumam ficar mais aglomeradas em espaços com pouca ventilação. “As pessoas fecham mais as janelas e portas e acabam com menor circulação de ar: consequentemente, uma maior quantidade de vírus e bactérias ficam mais tempo perto das nossas vias respiratórias.  Principalmente os adenovírus e rinovírus, que comumente trazem a marca da estação: nariz vermelho e congestionado, além de tosse”, salientou a médica.

O alerta mostra que é preciso tomar alguns cuidados, especialmente, neste caso, com a higiene das mãos, evitando a transmissão do mais importante vírus que traz risco de morte: o vírus da influenza.

“Ele pode ser prevenido com a vacina contra a gripe, já distribuída no Estado. Temos que estar atentos à transmissão de vírus e bactérias pelo ar (fala, tosse e espirros); pelas mãos e objetos contaminados. É preciso lavar bem as mãos e sempre usar o álcool 70%”, disse Dra. Lúcia.

Segundo a médica, o mais importante é a adoção de medidas de prevenção e de manutenção de uma boa condição de saúde, com alimentação saudável com opção por comidas mais naturais e menos processadas, manter a hidratação com água, sucos naturais e chás aquecidos para manter a temperatura do corpo e o sistema de defesa sempre apto a nos ajudar.
 

Foto: divulgação

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.