conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Exame de sangue deve ser feito até o 5.º dia após o aparecimento dos sintomas

Moradores podem procurar atendimento na unidade de saúde mais próxima

Publicado

em

A 1.ª Regional de Saúde alertou para todos que apresentarem algum dos sintomas típicos de dengue como dores de cabeça, manchas pelo corpo, febre alta, náuseas, vômitos e dores pelo corpo, procurem pelo exame de sangue. Se a coleta for feita até o 5.º dia após o aparecimento dos sintomas, o vírus pode ser identificado. Tendo o conhecimento dos tipos de vírus que estão circulando no litoral, é possível traçar ações de controle mais específicas para combater as doenças.

A diretora da 1.ª Regional de Saúde, Ilda Nagafuti, explicou porque é importante que as pessoas procurem fazer o exame de sangue logo nos cinco primeiros dias de manifestação da doença. “É importante para fazermos a identificação do tipo de vírus circulante, para saber se é do tipo 1, 2, 3 e 4 que são da vacina, ou se é dos tipos 1, 2, 3 e 4 do vírus selvagem e a gente só consegue saber essa diferenciação após o exame de sangue”, disse. As análises dos exames são realizadas pelo Lacen (Laboratório Central do Estado do Paraná).

Além disso, o exame logo nos primeiros dias é necessário também para identificar outras doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti. “O zika vírus está circulando e a chikungunya também no Paraná. Já temos um caso de microcefalia confirmado em Cascavel. Além disso, temos duas gestantes em acompanhamento aqui no litoral, mas está tudo dentro do normal”, esclareceu Ilda.

Outra preocupação das autoridades de saúde é com relação ao Mayaro vírus. “Esta doença já está entrando pelo nordeste do Brasil, região que possui uma característica parecida com a nossa. Devido a essa situação que vivemos no ano passado, temos que ficar atentos para tentar evitar outro vírus”, informou Ilda.

Apesar do litoral só ter identificado até o momento o tipo 1 do vírus da dengue, os outros tipos estão em regiões próximas e podem atingir a população. “Por enquanto diagnosticamos o tipo 1, mas os tipos 2, 3 e 4 estão perto da gente, já estão em Curitiba e São José dos Pinhais”, alertou a diretora da Regional de Saúde.

 

ONDE PROCURAR

Após o aparecimento de algum dos sintomas, a orientação da Secretaria Municipal de Saúde de Paranaguá é para que os moradores procurem pela unidade de saúde mais próxima de suas casas. “Se houver a suspeita, todos são encaminhados para fazer o exame de sangue no Centro de Referência à Dengue. Dependendo do diagnóstico que o médico der, o paciente é encaminhado para fazer o exame”, explicou a responsável pelo setor de Dengue no município, Eleniz Mendes. O Centro de Referência à Dengue (CRD) está localizado na Praça Portugal, ao lado da unidade de Pronto Atendimento.

 

 

A profissional lembrou que o número de casos é alto de agosto até agora. Sendo assim, é importante a participação dos moradores neste processo de combate às doenças. “Precisamos muito do cuidado da população com água parada, principalmente nesta época que tem sol pela manhã e chuva à tarde, pois estamos com mosquitos infectados”, afirmou Eleniz.

Publicidade






Em alta

plugins premium WordPress