Logotipo

Antonina decreta situação de emergência devido à febre amarela

08 de fevereiro de 2019

Carnaval está garantido na cidade. Foliões devem estar imunizados contra a doença

Compartilhe

A Prefeitura de Antonina divulgou que está mantida a programação do Carnaval e fez um alerta em relação à questão da saúde no município. Através do decreto 42/2019 foi declarada situação de emergência em saúde pública no município em razão do surto de febre amarela, por um período de seis meses.  

Após a publicação do decreto, no dia 1.º de fevereiro, surgiu também a possibilidade de cancelamento da festividade pelo fato da vinda de um grande público no momento em que a cidade vive a situação de emergência por 180 dias. Porém, na tarde de quarta-feira, 6, o prefeito Paulo Azim comunicou oficialmente, que a programação do Carnaval está mantida e fez alguns alertas. 

 “Alertamos os foliões que vierem para brincar o Carnaval em Antonina que por prevenção passem nos postos de saúde do seu município para receber a dose da vacina, já que o período de imunização inicia somente dez dias após a aplicação”, avisa o prefeito.

Em relação à febre amarela, a prefeitura ressaltou que, antes da confirmação do primeiro caso, já havia iniciado a vacinação. A prefeitura já imunizou, até a presente data, mais de seis mil pessoas e continua trabalhando para vacinar toda a população da cidade.

CARNAVAL 

As escolas de samba seguem com seus ensaios, sendo que no próximo dia 9, na colônia Cacatu, acontece o grito de Carnaval “Mamãe eu Quero”. No dia 16 será realizado o concurso da escolha da Rainha e do Rei Momo. 

A programação continua de 1.º a 5 de março, com o tradicional desfile das escolas de samba, coroação do Cortejo Real, baile público na Avenida do Samba e corrida rústica das fantasias com Drag Queens e Escandalosas. Haverá ainda o desfile dos blocos folclóricos, o tradicional concurso “Escandalosas” e o baile à fantasia infantil, no Clube Plexus, com a Banda 50 graus.
 


Colunistas