Connect with us

Ciência e Saúde

2.ª etapa da campanha de vacinação inicia hoje

O produtor, além de vacinar os animais, deverá comprovar a vacinação

Publicado

em

A ADAPAR, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, estará realizando a segunda etapa de Vacinação de Febre Aftosa nas espécies bovina e bubalina. A campanha terá início no dia 1.º e término dia 30 de novembro.

O médico veterinário, da ULSA-Paranaguá, Dr. Silvério Alves, explica que a vacinação dos animais é a forma mais eficiente da prevenção e erradicação da doença. “A Febre Aftosa representa um dos maiores males da agropecuária, acarretando alguns prejuízos imediatos, como a perda da produção leiteira e perda de peso dos animais tendo como consequência a paralisação das vendas para o mercado interno e externo”, destaca Dr. Silveiro, informando que todo o rebanho tem que ser vacinado, inclusive animais recém-nascidos e vacas em gestação.

“A Febre Aftosa é uma doença altamente contagiosa, sendo que o vírus é transmitido através da saliva, leite, urina, fezes do animal contaminado, pelo ar pela – água e por qualquer material como roupas, sapatos e pneus de veículo que tenham contato com o animal doente”, completa.

A vacina é aplicada abaixo da pele sendo que a dose é de 5ml por animal independente da idade. Ao comprar a vacina, o produtor deve dirigir-se ao revendedor da vacina autorizado pela Adapar levar caixa de isopor, solicitar gelo suficiente para conservar a vacina até sua propriedade e vacinar o mais rápido possível.

O produtor, além de vacinar os animais, deverá comprovar a vacinação que poderá ser on-line no endereço www.adapar.pr.gov.br sendo feita em duas etapas:

– 1.º Cadastro da venda de vacina pelo revendedor

– 2.º comprovação do rebanho por faixa etária e sexo pelo produtor

Também poderá ser realizado nos escritórios locais da Adapar do litoral, sendo que o produtor deverá apresentar a Nota Fiscal da compra de vacina e relação do rebanho existente e vacinado de sua propriedade.

“Nesta campanha, para seu sucesso, teremos parcerias com as secretarias municipais de Agricultura de Paranaguá e Morretes, através de seus médicos veterinários que vão vacinar em pequenas propriedades rurais. Lembrando que a vacinação e sua comprovação são obrigatórias e de responsabilidade do proprietário dos animais”, destaca Dr. Silvério, alertando que a não vacinação e não comprovação o produtor estará sujeito às penalidades prevista em lei, sendo que a penalidade e multa de 10 UPF PR cerca de R$ 100,00, podendo ser maior no rebanho com mais de 10 cabeças.

Para maiores informações procurar as Unidades Veterinárias da ADAPAR, em Paranaguá está localizada na Avenida Coronel José Lobo, 218 – Bairro Oceania – telefone (41) 2152-6350.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.