Connect with us

Cidadania

Paranaguá realiza o 1.º Fórum de Enfrentamento à Violência contra Criança e Adolescente

Autoridades debateram sobre a realidade local visando à prevenção da violência

Publicado

em

Na quarta-feira, 11, aconteceu a primeira edição do Fórum Municipal de Enfrentamento à Violência contra Criança e Adolescente de Paranaguá. O evento foi realizado no auditório do Instituto Superior do Litoral do Paraná (Isulpar), contando com a presença de mais de 200 pessoas.

Representantes de associações, setores de segurança, saúde e educação participaram do Fórum, das 9h às 17h, debatendo questões ligadas à realidade social no município. Várias autoridades estiveram presentes  mostrando alternativas que possam melhorar o atendimento em prol das crianças e adolescentes.

O promotor da Infância, Diogo de Assis Russo, falou que o evento é de muita importância para a sociedade parnanguara. “É uma reunião de técnicos, da própria população para tratarmos de um tema que é de suma importância para a sociedade, pois é um problema nosso o combate à violência contra crianças e adolescente. Cada sociedade tem as suas particularidades as suas especificidades e com esse tipo de encontro a gente promove uma parte importante de prevenção e a capacitação desses técnicos e a informação à própria população local”, destacou.

Delegado Felipe Hayashi, chefe do Departamento de Justiça e coordenador da força-tarefa Infância Segura

O delegado Felipe Hayashi, chefe do departamento de justiça e coordenador da força-tarefa infância segura, também esteve presente e falou sobre a questão.

“Juntamente com a Dra. Ângela Mendonça representando o secretário de Justiça e Trabalho do Paraná, estamos aqui para falar do trabalho que estamos desenvolvendo para a proteção da criança e do adolescente. Foi criada uma força-tarefa Infância Segura em fevereiro do ano passado, quando assinamos um pacto pela infância a fim de dar efetividade ao sistema de garantias da criança e do adolescente previsto na lei 3.431/2017. Essa iniciativa em Paranaguá da comissão especial para o plano operativo municipal de tratamento violência sexual vem ao encontro também dessa política estadual. O objetivo é prevenir violências, não apenas sexual, como também física e psicológica. É importante esse debate porque podemos ampliar e fortalecer a rede local, trabalhando de forma integrada por meio de ações com a força-tarefa infância segura no Estado do Paraná”, ressaltou.

Janaina Arantes, presidente da comissão Especial para o Plano Operativo Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, falou sobre o  objetivo do fórum. “Estamos aqui para fazer com que a sociedade civil e a rede de proteção consigam trabalhar junto com o mesmo fluxograma de atendimento. Toda rede vai estar ciente para onde encaminhar e quem será o responsável por esse encaminhamento de todas as crianças e adolescentes vítimas de violência sexual”, explicou.

Leovaldo Bonfim, chefe da Divisão de Vigilância e Gestão em Saúde da 1.ª Regional de Saúde, abordou o assunto enfatizando os atendimentos. “A saúde faz a  notificação dos casos de violência que existem e são identificados no litoral. Levantamos o diagnóstico e encaminhamos para os órgãos competentes. Muitos casos não chegam até as autoridades exatamente por causa do medo. Muitas crianças não denunciam por medo e acabam sofrendo por anos essa violência doméstica em casa”, apontou.

A delegada do Nucria, Maria Nysa Moreira Nanni, destacou que a rede precisa de reforço

A delegada do Nucria, Maria Nysa Moreira Nanni, explanou que a rede precisa de reforço. “A rede de enfrentamento à violência precisa ser reforçada, precisa estar presente na sociedade. As pessoas precisam reconhecer esse serviço para que a gente tenha as próximas gerações de crianças e adolescentes livres de violência”, reforçou.

A mesa de autoridades contou ainda com a secretária municipal de Assistência Social, Gisele Silva; a professora Bianca Pinheiro, representando a Secretaria Municipal de Educação; Angela Mendonça, Chefe do escritório regional da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho e do advogado Peterson Falanga. O evento foi marcado por palestras proferidas ao longo do dia, com destaque para a discussão com a Comissão Especial para o Plano Operativo Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra crianças e adolescentes, o qual promoveu o fórum. A Comissão foi instituída pelo decreto municipal 1.769, de 18 de dezembro de 2019.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.