conecte-se conosco

Cidadania

Paranaguá elege conselheiros tutelares para atuar nos próximos quatro anos

Candidata mais votada foi Camila do Rosário Lacerda Corrêa, com 652 votos

Publicado

em

As eleições para escolha  dos novos conselheiros tutelares em Paranaguá foram realizadas no domingo, 24, no Colégio Estadual José Bonifácio. No município, 12 candidatos concorreram a cinco vagas de conselheiros. A mais votada foi Camila do Rosário Lacerda Corrêa, que já atua no Conselho Tutelar, eleita com 652 votos.

Os outros candidatos aprovados foram Verônica do Rosário Lima (632 votos), Arione Lopes de Farias (599 votos), Thaiz Cristina Alves de Oliveira (585 votos) e Danielle de Lima dos Santos (541 votos). Todos os eleitores com título regularizado no município puderam votar e ajudar a escolher os representantes do órgão, que tem como função proteger os direitos das crianças e dos adolescentes.

No dia 6 de dezembro, será homologada a lista dos eleitos, que tomarão posse em 10 de janeiro. O processo eleitoral é conduzido e fiscalizado por uma comissão criada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O CMDCA realiza a divulgação oficial dos candidatos eleitos e demais informações sobre o pleito na terça-feira, 26.

NOVA OPORTUNIDADE

A conselheira Camila do Rosário começou no Conselho Tutelar em 2008, como suplente. Depois disso, já lecionou em escolas particulares e se candidatou novamente em 2015. “Foi então que novamente fiquei para suplente. Seis meses depois assumi como titular. Minha formação é pedagogia e psicopedagogia, e estou cada vez mais me aperfeiçoando. Essa é uma área que me encaixo completamente, tenho muito amor pelo que faço, não só eu como meus amigos eleitos. Não sossegamos até tudo ficar resolvido”, disse Camila.

Segundo ela, foi uma surpresa ter sido a conselheira mais votada em Paranaguá.

“Jamais esperava esse resultado de números de votos e a colocação que fiquei. Meu objetivo é trabalhar mais e melhorar a cada dia, pois todo dia é uma oportunidade diferente. Eu agradeço demais a cada pessoa que foi lá e me deu mais uma chance de permanecer no Conselho para eu continuar a fazer o que amo”, analisou Camila.

Uma das políticas públicas que ela afirmou defender nos próximos anos é a criação de mais um Conselho Tutelar em Paranaguá. “A primeira que estaremos lutando será por mais um conselho, pois nossas crianças merecem, e sempre continuar buscando melhorias para nossas crianças e adolescentes. Somos nós seus lutadores de direitos para eles que são nossas lutas diárias”, afirmou Camila.

De acordo com o Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente) todo município deve ter, no mínimo, um Conselho Tutelar composto por cinco membros. 
 

Continuar lendo
Publicidade