Logotipo

MPPR e Prefeitura lançam campanha de doação de órgãos em Paranaguá

21 de agosto de 2019

Promotora Camila Martins, prefeito Marcelo Roque, secretários municipais e vereador Thiago Kutz participaram do lançamento

Compartilhe

"É doando que se vive" irá abordar importância da causa e do amor ao próximo com alunos da rede municipal

Na tarde da quarta-feira, 21, foi lançada, no auditório da Biblioteca Municipal Leôncio Corrêa, a campanha "É doando que se vive", elaborada pelo Ministério Público do Paraná (MPPR) e Prefeitura de Paranaguá, através das secretarias municipais de Comunicação (Secom), Educação e Ensino Integral (Semedi), Saúde (Semsap) e Cultura e Turismo (Secultur). O objetivo é incentivar na sociedade e na rede municipal de ensino o aumento da doação de órgãos na cidade, visto que 44% das pessoas que poderiam ser doadoras não comunicam a suas famílias a intenção, gerando a recusa da doação dos órgãos pelos familiares.

Segundo a promotora Camila Adami Martins, da 4.ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, o objetivo é sensibilizar alunos da rede municipal e população para a doação de órgãos. "O projeto foi idealizado pelo MP após acompanhar um perfil nas redes sociais, o qual é chamado de 'Vem Pulmão da Dri', que pertence a Adriele, uma moça de 33 anos que está na lista de espera por um pulmão", detalha, explicando a importância de sensibilizar e comunicar familiares da intenção de doar órgãos, em virtude da recusa de famílias no ato. "Houve uma reunião com os secretários municipais e apresentei a proposta, que foi abraçada com louvor e executada da melhor forma que imaginava", ressalta a promotora, destacando a existência do Projeto Yossef na rede municipal, abrangendo a doação de medula óssea. "Englobamos as duas campanhas para trabalhar este assunto em sala de aula de forma lúdica com gibis, vídeos e jingle", diz.

Promotora Camila Adami Martins afirma que objetivo é sensibilizar alunos da rede municipal e população para a doação de órgãos

"A intenção é que em outubro seja feita a conclusão deste projeto, trazendo o trabalho dos alunos", afirma a promotora, ressaltando a adesão do município à campanha e que o material elaborado, o qual será distribuído às crianças, a deixou emocionada. "Com alunos que são formadores de opinião e se tornarão adultos conscientes, a gente consegue impactar isso na saúde das pessoas. A intenção é reduzir a estatística de 44% da recusa de doação de órgãos por familiares", completa a promotora Camila.

"Vejo a doação de órgãos com bons olhos, inclusive para ser mais divulgado em nossa cidade. Temos 17 mil alunos e esta iniciativa será levada para toda a rede municipal de ensino", ressalta o prefeito Marcelo Roque

O prefeito Marcelo Roque destacou que o apoio da prefeitura ao projeto elaborado pelo MP é algo essencial para a sociedade e para a saúde de todos. "Quero parabenizar a parceria com o Ministério Público, com a ideia da promotora Camila da 4.ª Promotoria, foi uma ideia dela em conjunto com as secretarias municipais, unindo com a iniciativa que já temos que é o Projeto Yossef. Vejo a doação de órgãos com bons olhos, inclusive para ser mais divulgado em nossa cidade. Temos 17 mil alunos e esta iniciativa será levada para toda a rede municipal de ensino", afirma Roque, destacando que a difusão deve ser feita por todos os cidadãos da campanha.

PROJETO DE LEI PARA GERAÇÕES FUTURAS

A secretária municipal de Educação, Vandecy Dutra, afirma que o projeto será levado para todas as unidades de ensino

A secretária municipal de Educação, Vandecy Dutra, afirma que o projeto será levado para todas as unidades de ensino. "Isso vai iniciar dentro das escolas, falando com nossas crianças, capacitando os profissionais de educação para falar com os alunos. Automaticamente isso vai chegar nas famílias, para as redes sociais, enfim, é um projeto de amor, que desperta consciência para o verdadeiro objetivo que é a doação de órgãos", completa. "É um projeto pensando no futuro, trabalhando com as crianças, estabelecendo um Projeto de Lei para garantir que isso seja constante no município em prol da conscientização. Deixaremos um legado para a população inteira e para quem está na fila do transplante", afirma. "Para se formar no futuro um adulto consciente é necessário trabalhar com a criança que entende isso em um caráter mais amoroso e sentimental", ressalta Vandecy.           

APOIO DA IMPRENSA E POPULAÇÃO

Segundo a secretária municipal de Comunicação, Camila Roque, ideia é importante e foi abraçada por todos os profissionais da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Segundo a secretária municipal de Comunicação, Camila Roque, a ideia é importante e foi abraçada por todos os profissionais da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) com elaboração de materiais gráficos e audiovisuais para difundir a campanha, algo elaborado coletivamente entre MP e pastas municipais. "Quando a Dra. Camila nos apresentou esta missão, tive certeza de que nossa equipe iria dar conta. Agradeço ao prefeito Marcelo Roque toda a liberdade que nos dá para trabalhar, inclusive para escolher esta equipe, isto foi possível graças ao trabalho conjunto entre as pastas municipais e foi um trabalho voluntário do começo ao fim", destaca, frisando a importância dos veículos de comunicação e população aderirem à causa.

"Eu considero a doação de órgãos um ato de amor", afirma a secretária de saúde, Ligia Cordeiro

"Eu considero a doação de órgãos um ato de amor, que muitas vezes é para um conhecido, um ente querido, e às vezes para pessoas que você não conhece, mas que mesmo assim você está repassando seu dom, a sua alegria, e, às vezes, a possibilidade desta pessoa de enxergar as cores, quando se trata de doação de córnea. É importante mostrar o carinho ao próximo. Peço para que o doador comunique aos familiares a intenção de doar e que a família respeite a intenção dele", destaca a secretária municipal de Saúde, Ligia Cordeiro.

LEGISLATIVO E COMPOSIÇÃO DO JINGLE

O vereador Thiago Kutz, representando a Câmara de Vereadores, destacou o apoio dos 19 vereadores à iniciativa em prol da doação de órgãos

O vereador Thiago Kutz, representando a Câmara Municipal, destacou o apoio dos 19 vereadores à iniciativa em prol da doação de órgãos. "É um assunto delicado, que envolve a vida, mas também a morte. Este ponto delicado envolve a família que está abalada por ter perdido um ente querido. É importante haver iniciativas nesse sentido para tratar deste assunto, visto que ninguém quer falar de morte, do dia em que vai morrer, mas por não falar, acabamos afetando questão da doação, uma vontade nossa, que salva vidas", destaca. "A iniciativa é fantástica e a Câmara Municipal apoia incondicionalmente esta iniciativa. Tenho certeza de que falo em nome dos 19 vereadores", acrescenta, destacando a importância da união de órgãos e imprensa para divulgar a campanha.

O autor do jingle da campanha e garoto-propaganda, o cantor Igor Brenaz, salientou a satisfação de ajudar em uma causa tão importante

O autor do jingle da campanha e garoto-propaganda, o cantor Igor Brenaz, salientou a satisfação de ajudar em uma causa tão importante. "Tenho um trabalho feito nas escolas há algum tempo de divulgação da minha música. Divulgar esta campanha, através de uma música, é algo muito importante e satisfatório que sempre quis fazer", destaca. "Quero aproveitar esta oportunidade de ajudar a campanha com força total em Paranaguá", finaliza Brenaz, que compôs a música "Doar é viver", uma mensagem de amor de incentivo à doação de órgãos.

Auditório para lançamento da campanha ficou totalmente lotado


Colunistas