Connect with us

Carnaval

Lenda da índia Iracema é enredo da União da Ilha

Desfile vai mostrar o encontro de duas raças e o início da miscigenação do povo brasileiro

Publicado

em

A Escola de Samba União da Ilha dos Valadares vai levar para a Avenida do Samba um enredo que mostra parte da cultura brasileira: “A Ilha embarca na lenda de Iracema, a Índia dos lábios de mel”. Os trabalhos já começaram e estão divididos em equipes em vários locais da ilha, nos preparativos das fantasias.

A ideia em levar para a Avenida do Samba a lenda de Iracema é resultado de um sonho que o presidente da escola, Edvaldo Pedro, teve justamente em um momento em que ele estava pensando em não desfilar.

“O enredo veio através de um sonho que tive  com a cabocla Jurema. E achei lindo! Foi bem no momento que eu ia desistir de desfilar e esse sonho mostrou que jamais podemos desistir. Aí procurei pesquisar sobre ela, mas não tinha a história vivida por Jurema e aí surgiu Iracema, quando li a história escrita por José de Alencar me apaixonei e resolvi colocar na avenida o romance da Índia Iracema”, explica o presidente da escola.

Sinopse

Trata-se de uma história de amor e também uma história da formação do povo brasileiro. O surgimento do primeiro mameluco caboclo brejeiro contado magistralmente por José Alencar. A obra traduz a memória afetiva do autor e a saudade latente de sua terra natal e suas origens. Daí ser tudo muito vivo, colorido, primorosamente detalhado, a história de amor de uma indígena que se apaixona por um guerreiro estrangeiro.

É um relato sobre o encontro de duas raças e o fruto dessa paixão que resulta no nascimento do primeiro brasileiro mestiço. Aceitamos o desafio de com originalidade transformar letras em fantasias, poesia em alegrias, livro em carnaval, fazendo da história um espetáculo Nacional. Esse é o compromisso assumido ao conceber e desenvolver a virgem dos lábios de mel, Iracema.

Desfile

De acordo com o presidente da escola de samba, tudo está sendo feito na Ilha dos Valadares. “Como acontece todos os anos, não compramos nada pronto, nem mesmo as alegorias. Estamos fazendo tudo aqui. Estamos seguindo a lenda e trabalhando em cima da originalidade”, antecipa.

A Ilha vai desfilar com aproximadamente 400 componentes distribuídos em dez alas e três carros alegóricos. Ele frisa também sobre os investimentos que devem girar no mesmo valor de 2019, ou seja, R$ 80 mil. O casal de mestre-sala e porta-bandeira continua com Taymisson Santos e Iara Zamboni.

A União da Ilha já conquistou o título do Carnaval parnanguara oito vezes: 2002, 2004, 2012, 2014, 2015, 2016, 2018 e 2019. Os ensaios da bateria acontecem na Praça Ciro Abalem, na Ilha dos Valadares, de segunda à sexta-feira, com início às 20h sob o comando do mestre Luciano Mocambo.  

 

Continuar lendo