Logotipo

Representantes da RUMO visitam a Folha do Litoral News

20 de julho de 2018

Diretores da Folha do Litoral News, Antonio Saad Gebran Sobrinho e Jacqueline Guimbala, diretor de operações Portos Sul da RUMO, Alexandre Serpe, coordenador da RUMO, Carlos Rocha, Relações Governamentais da RUMO, Marcelo Fiedler, assessor de imprensa, Marco Espanha, e diretor comercial do jornal, Luiz Bonzatto

Compartilhe

Diretores da Folha do Litoral News, Luiz Bonzatto, Antonio Gebran e Jacqueline Guimbala, receberam representantes da empresa que está realizando obras para coexistência pacífica da ferrovia com cidade

O jornal Folha do Litoral News recebeu na tarde de quinta-feira, 19, representantes da RUMO, responsável pelo modal ferroviário no Paraná e em outros Estados. Eles participaram do Café com Lideranças e foram recepcionados pelos diretores Antonio Saad Gebran Sobrinho, Jacqueline Guimbala e Luiz Carlos Bonzatto. O gerente de operações ferroviárias dos portos de Paranaguá e São Francisco do Sul (Portos Sul), Alexandre Serpe, o responsável pelas Relações Governamentais, Marcelo Arthur Fiedler,  e o coordenador da RUMO em Paranaguá, Carlos Rocha, abordaram no encontro a atuação da empresa com foco no ganho logístico no transporte de cargas ao Porto de Paranaguá e em prol de uma relação harmoniosa com a sociedade local.

O gerente de operações ferroviárias dos portos de Paranaguá e São Francisco do Sul (Portos Sul), Alexandre Serpe, afirma que a empresa está realizando investimento em duas novas linhas novas de manobra na área urbana em Paranaguá, com fiscalização contínua da passagem de nível dos trens nas vias locais, algo que já reduziu o tempo de permanência do modal ferroviário, desobstruindo vias urbanas e, consequentemente, gerando ganho logístico ao terminal portuário e empresas. Além disso, a empresa está se aproximando da sociedade local e dos terminais, com foco na redução de impactos negativos e de acidentes, que já baixaram bruscamente e estão em padrões internacionais de linhas ferroviárias.

Gerente de operações Portos Sul da RUMO, Alexandre Serpe, destaca construção de duas novas linhas de manobra em Paranaguá que reduzirão tempo de permanência do trem nas passagens de nível

"Estamos realizando trabalhos de melhoria na parte de via permanente, com isso conseguimos melhorar a velocidade, dentro do que é permitido em perímetro urbano, com o ganho de velocidade se faz a movimentação mais rapidamente e o vagão ficará menos tempo em Paranaguá. Isso é positivo para a RUMO e para a população, um retorno positivo para o setor logístico e para a sociedade, desobstruindo as passagens rapidamente com ganho operacional e desobstruindo passagens mais rapidamente para a população nas vias urbanas", acrescenta Serpe.

"Em Paranaguá temos um conflito grande que já está sendo resolvido.  Estamos dialogando com o Governo Federal, Estado e município, para criar soluções em torno dos problemas. Não tem mágica, é algo existente há vários anos e que não se resolve em um dia. Há técnicos do DNIT que foram enviados e já vieram até Paranaguá para fazer estudos para soluções", destaca Marcelo Arthur Fiedler, Relações Governamentais da RUMO, ressaltando também proximidade com comunidade local por meio de projetos e ações sociais. "Sabemos que a operação ferroviária traz impactos para a sociedade, mas isto é algo estabelecido há muitos anos. Temos ações que podemos fazer em conjunto com a sociedade para melhorar esta convivência, procurando harmonizar a relação com a sociedade", finaliza.

Marcelo Fiedler, Relações Governamentais da RUMO, ressalta aumento da proximidade com comunidade e diálogo com Poder Público para soluções conjuntas em prol de Paranaguá

 

Colunistas