Logotipo

Folha do Litoral News recebe escritor Marcus Vinícius Telles Fadel

11 de agosto de 2017

Autor do romance “Entre as Sombras e a Luz” lançou a obra em Paranaguá ontem

Compartilhe

Na tarde de quinta-feira, 10, o escritor Marcus Vinícius Telles Fadel esteve em Paranaguá para o lançamento do romance “Entre as Sombras e a Luz”, no auditório do Sesc a convite do Centro de Letras de Paranaguá. Na Folha do Litoral News, o escritor e a esposa, Ana Paula Otto Fadel, foram recepcionados pelos diretores deste periódico, Antonio Saad Gebran Sobrinho e Jacqueline Guimbala.

Marcus Vinícius é médico formado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e especialista em Terapia Intensiva e Cardiologista. Segundo ele, a ideia do livro surgiu em uma missa de Páscoa, durante a leitura do evangelho. “Depois da crucificação, houve a ressureição dos mortos, que começaram a sair das tumbas em Jerusalém e andar pela cidade. Por um segundo me coloquei naquela cena e imaginei que seria algo estarrecedor e, naquele momento, decidi escrever o livro”, contou.

A obra é uma ficção histórica ambientada na origem do Cristianismo. “Apesar de ser publicado pela Paulinas e a história se passar no início do Cristianismo, tem como pano de fundo vários personagens históricos, mas sem ser proselitista”, relatou Fadel. Para o escritor, o público-alvo é amplo e a obra pode ser indicada para todos aqueles que admiram a história antiga. “É um livro muito bem-humorado e também com bastante suspense”, acrescentou.

O livro foi lançado em dezembro de 2016 após anos de dedicação. “Fui convidado pelo Centro de Letras Leôncio Correia para contar sobre o livro. Aproveitei a minha insônia crônica para escrever esta obra nos períodos livres, porque sou médico e quando sobrava tempo e vinham as ideias, eu escrevia. Fiquei um ano e até períodos maiores sem escrever nada, mas quando surgia algo tinha que escrever, sem nunca saber se poderia lançá-lo”, observou Fadel.

O título não só foi lançado como já está partindo para a sua segunda edição. “Não tinha ideia se haveria uma boa aceitação, mas estou muito satisfeito com o andamento até agora. A editora já pediu para preparar uma segunda edição e isso mostra que está indo bem”, concluiu o médico e escritor. Em Paranaguá, a livraria “A Página” terá os exemplares à disposição dos leitores.

Colunistas