Connect with us

Aniversário de Paranaguá

A “menina dos olhos” do parnanguara e do turismo internacional

Local se destaca por suas belezas e encanta por sua história

Publicado

em

Um dos principais atrativos turísticos do Paraná, a Ilha do Mel atrai cerca de 60 mil visitantes na temporada de verão. A Ilha pertence, geograficamente, a Paranaguá e é gerida por um conselho composto por representantes da comunidade e do Poder Público, que acompanha a aplicação das normas previstas no zoneamento, tendo como coordenador executivo o IAP. Graças ao turismo na localidade, Paranaguá está entre os 65 municípios considerados pelo governo brasileiro como indutores do turismo.

Visitar a Ilha do Mel na alta ou baixa temporada é poder se apaixonar com o cenário natural, ouvir histórias dos moradores locais, muitos pescadores e saborear a bela paisagem. O local turístico pode ser uma boa pedida para famílias, casais e grupos de amigos. Saber um pouco mais sobre a cultura local, experimentar a comida típica servida nas lanchonetes e restaurantes, ver o nascer e o pôr do sol podem gerar momentos inesquecíveis. A Ilha do Mel, tanto em Encantadas como em Nova Brasília, conta com diversas pousadas que preparam atrativos aos hóspedes, que encontram grande movimentação de turistas no verão e a tranquilidade no local paradisíaco durante o inverno, além de ser um ótimo local para quem gosta de caminhada. Há ainda passeios de barco e outros atrativos.

 

HISTÓRIA

A Ilha do Mel tem aproximadamente 95% de sua área composta por ecossistemas de restinga e Floresta Atlântica, o que a elevou à categoria de Estação Ecológica em 1982. Em março de 2002 foi criado o Parque Estadual da Ilha do Mel com uma área de 337,84 hectares. Seus principais atrativos são o Farol das Conchas, a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres e a Gruta das Encantadas. Dos seus 2.700, apenas 200 têm permissão de uso – o restante é reserva ecológica (tombada pelo Patrimônio Histórico em 1975 e administrada pelo Instituto Ambiental do Paraná desde 1982). O turista dispõe de pousadas e pequenos restaurantes. A ilha tem cinco vilarejos: Fortaleza, Nova Brasília ou Brasília, Farol, Praia Grande e Encantadas.

Não há ruas ou estradas, só trilhas. A implantação de geradores de energia elétrica, em 1988, deu início a atitudes que hoje se transformaram em preocupação pela preservação da ilha e sua principal atração: a natureza.

 

Continuar lendo