Logotipo

Cargill anuncia investimento na Agriness

25 de setembro de 2018

Estratégia ajudará clientes de todo o mundo a aumentar  produtividade e lucratividade

Compartilhe

 

A Cargill e a Agriness, líder em tecnologia na produção de suínos na América Latina, anunciou uma parceria estratégica que promoverá a transformação em todo o setor e levará as tecnologias digitais emergentes a clientes em todo o mundo para melhorar a produção animal e a rentabilidade da propriedade. Os termos do investimento minoritário da Cargill não foram divulgados.

Atualmente, a Agriness suporta o gerenciamento de mais de duas milhões de matrizes por meio do software S2, metodologia de melhoria contínua, programas de treinamento, aceleração e benchmarking da indústria. Este mês, a empresa apresentará a Agriness 365, uma nova plataforma digital robusta e escalável baseada em nuvem para gerenciamento de produção agropecuária.

A tecnologia desenvolvida pela Agriness suportará a coleta de dados e fornecimento de insights em tempo real por meio de uma série de aplicativos de negócios, sensores ambientais, reconhecimento de voz, análise estatística avançada e aplicativos de celular.


Usando essas ferramentas, produtores e integradores de fazendas podem rastrear os principais indicadores de desempenho (KPIs), como o número de leitões por porca, o ganho de peso e o desempenho dos suínos e o custo de produção por animal. Por meio da análise desses KPIs, os produtores podem identificar rapidamente os problemas de desempenho e melhorá-los. Os resultados também podem ser monitorados em várias granjas, permitindo que o gerenciamento identifique rapidamente a causa raiz dos problemas e resolva-os com mais precisão, incluindo o envio de um consultor técnico para trabalhar diretamente com o produtor para fazer melhorias.


“Estamos trabalhando juntos para construir um ecossistema no espaço digital que combine nossa escala global, aproximação com o clientes, as habilidades técnicas e os recursos de parceiros como a Agriness para lidar com desafios da produção animal com soluções tecnológicas inovadoras”, disse SriRaj Kantamneni, Diretor Executivo da Unidade de Negócios Digital Insights, da Cargill.

“A solução Agriness não apenas permitirá que produtores e integradores tomem decisões proativas que melhorem a eficiência, mas também aumentarão o bem-estar animal e a lucratividade". A Cargill e a Agriness se concentrarão em trazer essas soluções para novas geografias, além de expandir para outras espécies, incluindo aves e bovinos de leite nos próximos meses.

“Essa parceria é perfeita para as duas empresas. Compartilhamos a visão de entregar inovações e valor ao cliente, com um objetivo semelhante ao de ajudar o mundo a prosperar. Isso está no centro de como nossas culturas vão trabalhar juntas”, disse Everton Gubert, Fundador e CEO da Agriness.

"A combinação da nossa tecnologia inovadora com a experiência em produção animal da Cargill, conhecimento do setor e profundo conhecimento das necessidades dos clientes nos ajudará a levar essa tecnologia aos clientes de todo o mundo e permitir que eles realizem operações mais produtivas e bem-sucedidas".

A Cargill está comprometida em investir em tecnologia e cultivar talentos para fornecer dados e inovações analíticas que abordem alguns dos maiores desafios no setor agrícola. Esse investimento, que aumenta significativamente a capacidade digital da Cargill e surge logo após o investimento de capital na Cainthus, contribui para o portfólio de serviços tecnológicos e digitais da empresa, como a Dairy Enteligen®Poultry Enteligen e a iQShrimp que permitem que os clientes da Companhia tomem decisões agrícolas mais precisas e melhorem a eficiência e a produtividade geral de suas operações.


"É importante para nós investir em tecnologias digitais emergentes que gerem valor para nossos clientes e para o setor", disse Scott Ainslie, Vice-presidente e Diretor da Cargill. “A Cargill está cumprindo seu propósito de nutrir o mundo de forma segura, responsável e sustentável, usando inovações como essas para abordar alguns dos maiores desafios de nossa indústria, como segurança alimentar, sustentabilidade e transparência.”

 

 

Colunistas