Logotipo

10 de abril de 2019

Agilidade e aumento na produtividade

Paranaguá, por ser uma cidade portuária, possui algumas singularidades, dentre as quais, a característica de um município que "não dorme", ou seja, tem atividades ligadas ao porto ininterruptas dia e noite. Em virtude disso, é fundamental para adquirir bons frutos das ações locais que haja agilidade por parte de todas as esferas, sobretudo em se tratando do setor portuário.

Nesta edição da Folha do Litoral News, está sendo veiculada matéria sobre a redução no tempo de espera dos navios para atracação no Porto de Paranaguá. Esse dado revela um fator importante em se tratando da economia atrelada às ações portuárias, pois ao se agilizar as movimentações demonstra-se uma preocupação para com o atendimento ao cliente, pois cada navio parado na baía à espera de atracar representa um gasto extra às empresas proprietárias das embarcações, assim, ao se diminuir o tempo de espera se está demonstrando respeito para com as empresas que utilizam o Porto Dom Pedro II, além, é claro, de tornar as movimentações de cargas mais eficientes e rápidas.

Cada ação que surta efeito positivo em exportações e importações reflete na economia, pois há a necessidade de investir cada vez mais e deixar o porto mais competitivo, como vem sendo nos últimos anos. Com isso, ganha o porto, a cidade e o Estado, porque torna cada um desses locais mais forte e pungente.

Há alguns anos, foram reduzidas as filas de caminhões à espera de descarregar suas cargas, situação que noutros tempos envergonhava a cidade, pois significava que trabalhadores de diferentes locais do Brasil estavam "abandonados", sem que algo fosse efetivamente feito para sanar o problema e houvesse a redução do desgaste humano (dos motoristas de caminhão) e as despesas extras por conta de dias parados na estrada. Essa mácula foi apagada. Hoje não há mais estas filas intermináveis, pois ações foram implantadas para corrigir tal falha, assim como aconteceu com os navios na baía.

Essas ações levam à máxima de que aqui no Paraná há a preocupação para com a qualidade da prestação de serviços no porto.

O que se espera é que haja doravante mais investimentos e a implantação de novas ações capazes de melhorar ainda mais as atividades de exportação e importação no Portos do Paraná. 

Compartilhe

Colunistas