conecte-se conosco

ADI Paraná

Governo planeja infraestrutura para os próximos 30 anos

O secretário da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), João Alfredo Zampieri, têm a missão de planejar a infraestrutura do Paraná para os próximos 30 anos (Foto: José Fernando Ogura/SECS)

Publicado

em

O secretário da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), João Alfredo Zampieri, têm a missão de planejar a infraestrutura do Paraná para os próximos 30 anos. O governador Ratinho Júnior quer que a logística do Estado acompanhe o aumento da produção agropecuária e industrial nas próximas décadas. Muitos dos projetos estruturantes necessários serão desenvolvidos em parceria com o governo federal, que prepara um pacote de concessões na área. Mas Sandro Alex informa que a secretaria já iniciou projetos para os trechos críticos das rodovias. 

Prioridade nacional

O ministro de Infraestrutura e Transportes, Tarcísio Gomes, afirma que pretende qualificar as rodovias do Paraná que estão sob administração privada como de prioridade nacional. Esta é uma das classificações possíveis dentro do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), do governo federal.

Vizinho aliado

A ministra da Indústria e Comércio do Paraguai, Liz Cramer, confirmou interesse no projeto do corredor bioceânico, menina dos olhos do governador Ratinho Junior. O projeto de conectar o Porto de Paranaguá ao de Antofagasta, no Chile, passando por Paraguai e Argentina, pode economizar até 40% no valor do frete na exportação para a Ásia. A proposta já foi apresentada ao presidente Jair Bolsonaro. Outros interesses em comum na infraestrutura, como a nova ponte Brasil-Paraguai e oportunidades de investimentos em ambos os países deverão avançar em março, quando o governador Ratinho Junior terá uma agenda com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, em Assunção.

Livre da aftosa

O Paraná aguarda para maio a posição do Ministério da Agricultura sobre o pedido de reconhecimento do Estado como área livre da febre aftosa sem vacinação.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.